Arquivo da tag: Rubem Alves

Rubem Alves: ostra de muitas pérolas

 

Rubem Alves. Foto: Instituto Rubem Alves

Rubem Alves. Foto: Instituto Rubem Alves

Ontem, recebi com pesar e surpresa a notícia da morte de Rubem Alves, escritor, educador, poeta, filósofo e tantas outras coisas.

Não o conheci pessoalmente, apenas pelos seus escritos e entrevistas. Mas foi o suficiente para me sentir cativado. Seja pela sua fala, ao mesmo tempo mansa e apaixonada pelos assuntos de que se ocupava. Seja pelo jeito singelo de tratar de questões tão profundas e complexas: Deus, a vida, religião, política, educação… tudo assumia uma impressionante simplicidade nas suas metáforas.

Uma das mais conhecidas é a da ostra e das pérolas. Justamente aquela que dá nome a um de seus livros mais populares: Ostra feliz não faz pérola. Segundo essa metáfora, uma ostra feliz, isto é, que não tem nada que a incomode, não produz pérolas. Pois as pérolas são produzidas por uma espécie de mecanismo de defesa, que procura envolver um corpo estranho que se aloja na ostra. Portanto, assim como as ostras, as pessoas sem algo que as incomode não são capazes de produzir uma pérola – uma obra de arte, um escrito, um pensamento, uma música, enfim, uma obra por meio da qual deixe sua marca. Para produzir essa obra é preciso que o sujeito tenha algum tipo de desconforto, que não é necessariamente um sofrimento doloroso, mas pode ser uma curiosidade inquietante.

E, sem dúvida, Rubem foi dessas ostras que produziram muitas pérolas. Ele soube transformar suas inquietações numa obra vasta e profunda – 160 títulos, publicados em 12 países –, que nos deixam muitos ensinamentos. Entre eles, a de que a morte não é algo a se temer: “Eu não tenho medo de morrer… Só tenho pena. A vida é tão boa…”, dizia ele.

Então, é uma pena que já tenha ido, Rubem. Mas você nos deixou muitas pérolas e, por isso, fica aqui minha gratidão: muito obrigado!

Entrevista de Rubem Alves a Antonio Abujamra no programa “Provocações”, da TV Cultura

* * *

 Há umas semanas atrás, andando no Parque do Taquaral, me deparei com uma exposição inspirada nos textos de Rubem Alves.

Abaixo, algumas fotos da exposição e dos textos:

ra_00

ra_01

ra_02

ra_03

ra_04

ra_05

ra_06

 

Anúncios