Ben Folds Five: novo álbum e novo paradigma?

Fiquei absolutamente surpreso com a notícia de que a banda Ben Folds Five havia se reunido mais uma vez. Particularmente, eu não acreditava que essa reunião iria ocorrer novamente. Mas é verdade: depois de mais de 10 anos, Ben Folds, Robert Sledge e Darren Jessee estão juntos para gravar um novo álbum, ainda sem nome.

Muita coisa mudou desde 1999, quando o último álbum da banda, The Unauthorized Biography of Reinhold Messner, foi lançado. Cada um dos membros se dedicou a projetos individuais. Folds ganhou ainda mais notoriedade em sua carreira solo de cantor, pianista e compositor, lançando trabalhos de sucesso como Rockin’ the Suburbs, Songs for Silverman, Supersunnyspeedgraphic Way to Normal.

Além das diferentes trajetórias de cada músico, o mundo da música foi sacudido: com o crescimento da internet, das tecnologias de compartilhamento e das redes sociais, a indústria fonográfica sofreu um forte abalo. Acostumada com um outro contexto, em que exercia quase um monopólio sobre o que se produzia e o que se difundia em termos de música, as gravadoras tiveram de repensar seu modelo de negócios.

Mas essas mudanças também abriram novas possibilidades para os artistas, principalmente aqueles interessados em fazer sua música com independência. Esse parece ser o caso do Ben Folds Five, que está pondo em prática o projeto de seu novo álbum num modelo altamente colaborativo, baseado no crowdfunding e no crowdsourcing. Isto é, um projeto que encontra suas fontes de financiamento e de divulgação na multidão de fãs da banda.

Nesse modelo colaborativo, ganham os fãs e os artistas. Os fãs que colaborarem, além de poder contar com um novo trabalho da banda que admiram, serão “homenageados” pelos músicos tendo seus nomes mencionados na arte do disco,  sem contar que receberão o “título honorário” de Vice President of Promotion (Vice-presidente de promoção, numa tradução livre). A banda, por sua vez, encontra uma fonte para custear e divulgar um projeto que pode desenvolver com mais liberdade do que se fosse em um contrato com uma gravadora.

Qual será o resultado? Estaremos diante não apenas de um novo álbum, mas de um novo paradigma de produção cultural? Só nós resta esperar e conferir. Agora, que a multidão cada vez mais dá as caras, isso é inegável. Se ela será um novo protagonista nesse século XXI, como pensam Negri e Hardt, não é possível ir tão longe.

Quem quiser conferir os primeiros frutos do projeto do Ben Folds Five, pode baixa a faixa Do it Anyway e assistir ao vídeo de divulgação abaixo:

As últimas novidades do projeto podem ser conferidas em:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s