Somos 7 bilhões

Entre comemorações e lamentações, o planeta chega à marca de 7 bilhões de habitantes.

Para uns, o número traz esperança. Em várias partes do mundo, celebra-se a chegada ao mundo dos bebês que seriam o nº 7 bilhões.

Para outros, a cifra é prenúncio de catástrofe. De fato, diante de um número tão expressivo, os argumentos neomalthusianos ressurgem com toda força. Não é difícil se assustar com o prognóstico de uma população crescente e de recursos limitados.

Não acho, contudo, que essa marca deva ser comemorada ou lamentada. Simplesmente ela nos deve fazer pensar.

Primeiro, pensar que para além dos números, falamos de pessoas. Pessoas que têm suas necessidades, suas aspirações, suas realizações e suas frustrações.

Segundo, que a vida pode ser bela, mas não é fácil. Como diz do ditado: “a rapadura é doce, mas não é mole”.

Temos, portanto, mais do que um número colossal a ser celebrado ou a ser temido. Temos, isso sim, que urgentemente pensar em como construir um mundo comum. Um mundo em que possamos conviver com o outro, com o diferente.

Pois, em que pese o número impressionante de pessoas que habitam esse planeta, não é a falta de espaço físico ou de recursos naturais que nos ameaça — ao menos não imediatamente. O que é realmente preocupante é a suposição de que cada ser humano deve buscar sempre ter mais para que possa viver melhor.

O problema não é ter um planeta com 7 bilhões de habitantes. O problema é ter um planeta com 7 bilhões de habitantes sempre almejando possuir mais e mais bens. Das duas uma: ou os recursos naturais serão insuficientes; ou a satisfação da ganância de uns dependerá da privação de outros. E é essa segunda alternativa que descreve  a atual situação da humanidade. Trata-se de uma lógica baseada na exclusão. Uma lógica que é completamente incompatível com a situação em que estamos, na qual precisamos acolher o outro, promover sua inclusão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s