Privacidade: coisa do passado

Hoje fiquei sabendo de um caso ocorrido na Austrália, em que um bancário foi flagrado abrindo fotos sensuais em seu computador, no meio do expediente. O problema é que ele não foi flagrado por um colega, ou pelo chefe.

O “desvio de conduta” foi ao ar na televisão, enquanto um colega seu concedia uma entrevista a um telejornal. O entrevistado estava sendo filmado no local de trabalho, com os demais bancários ao fundo. Para azar do infeliz David Kiely, a tela do seu computador estava virada bem de frente para a camêra da TV. (Note que ele ainda deu uma olhadinha pro lado pra ver se tinha alguém observando…)

A sorte de David é que ele não será mandado embora do banco — pelo menos não por causa desse episódio. Mas certamente ficará meio desconfiado sobre a vigilância alheia. Eu que durante muito tempo trabalhei de costas para a porta de entrada — o meu monitor era o primeiro a ser visto por quem entrava na sala — bem sei o que é isso. Privacidade é coisa do passado!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s